Melatonina – O que é? Quais são seus benefícios?

Melatonina

A melatonina, comercializada há anos nos Estados Unidos e regularizada pela Food and Drug Administration (FDA) como suplemento, agora é liberada no Brasil para comercialização em Farmácias de Manipulação.

Confira neste post quais são as propriedades dessa poderosa substância e entenda melhor os seus benefícios no organismo!

O que é a melatonina?

A melatonina é um neuro-hormônio produzido naturalmente pelo nosso corpo e está diretamente ligada aos nossos ciclos de sono. Ela vem sendo estudada há anos para a regularização do ciclo circadiano, que é o comportamento biológico no período de 24 horas.

Sua produção obedece a um ritmo diário de luz e escuridão. Ou seja, o horário em que ela é observada em maiores quantidades no nosso organismo é durante a noite, geralmente entre 2 e 3 horas da manhã. Por outro lado, é durante o amanhecer que sua produção cai para os valores mínimos diários. Esse ciclo indica o importante papel da melatonina para o repouso e manutenção do organismo.

A melatonina também pode ser ingerida na forma de suplementos alimentares e agora com a sua regularização é possível mandar manipulá-la para comprar.

Quais são os principais benefícios da melatonina?

Os principais benefícios da melatonina — e você vai entender melhor por que logo abaixo — são:

  • Auxilia nos distúrbios do sono
  • Combate o envelhecimento
  • Previne o câncer
  • Ajuda na concentração

Estudos demonstram que a melatonina tem uma importante função no mecanismo do sono, no combate ao envelhecimento, podendo, inclusive, evitar a formação de diversos tipos de cânceres e reduzindo a gravidade de tumores já formados.

Além de atuar no combate a células cancerígenas, esse hormônio é considerado um antioxidante natural mais potente que as vitaminas C e E, protegendo as células contra os danos causados pelos radicais livres.

Com todas essas propriedades, a melatonina passou a ser vista como uma das melhores defesas contra os distúrbios inerentes ao envelhecimento.

Melatonina para regular o sono e dormir bem

Como falamos, a produção de melatonina pelo corpo varia entre 2 e 3 horas da manhã. Em pessoas que não têm um ciclo de sono natural do corpo humano, por diversos motivos, como aquelas que trabalham à noite e descansam pela manhã, podem ter os níveis de melatonina reduzidos, já que as luzes, mesmo que artificiais, inibem a sua produção.

O envelhecimento também é outro motivo que causa a redução do hormônio. Outros fatores como viajar para lugares distantes, com o fuso horário bem diferente, também influenciam.

Nestes casos, o uso do suplemento é muito bem-vindo, principalmente para aqueles que têm um sono muito agitado ou dificuldades para dormir, pois além de estimular o sono, ele faz com que se tenha um descanso mais profundo e reparador.

Mas é importante salientar que, para conseguir efetivamente dormir bem, é necessário preparar o corpo e o ambiente, já que a melatonina atua como um estimulante natural e não tem efeitos sobre o corpo imediatos ou intensos.

Portanto, antes de se deitar, certifique-se de que o quarto tem ausência de luz, uma temperatura adequada, silêncio e um colchão confortável.

Não faça refeições muito pesadas antes de se descansar, nem beba muito líquido — para evitar interromper o sono para ir ao banheiro — e livre-se de qualquer coisa que possa interromper a sua concentração como TV, celulares, tablets etc.

Lembre-se de consultar sempre o seu médico para melhor orientação e manipulação do suplemento.

E aí, o que você achou da melatonina? Não anda dormindo muito bem? Já fez uso do suplemento? Conta pra gente as suas experiências sobre o assunto!

Compartilhar:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *