Veja como perder peso e medidas com saúde

A young woman runner runs in a park in the park.

Há sempre uma expectativa em torno da balança. Chega o verão e as mulheres, em especial, sofrem com a imposição de um padrão estético que não respeita a diversidade dos corpos (e que já passou da hora de caducar de velho!). A busca pelo peso “ideal” vem cheia de cobranças, dúvidas e mitos. Nesta edição, convidamos o cirurgião plástico Jorge Menezes (CRM/MG 19854) para nos esclarecer a respeito dos bons hábitos e dos procedimentos estéticos que podem ser adotados por quem deseja perder peso e medidas com saúde e bem-estar.

Como emagrecer de forma saudável?

Caso haja um sobrepeso em alguma fase da vida, é ideal que se faça um planejamento de longo prazo para a perda desse excesso de peso, contemplando a reeducação alimentar e a prática de exercícios físicos diários, eixos fundamentais para emagrecimento com saúde. É importante que esse processo seja orientado por profissionais como médicos endocrinologistas e nutrólogos, fisioterapeutas e nutricionistas. Em alguns casos, um acompanhamento a mais por um psicólogo pode ser decisivo.

Com o processo natural do envelhecimento, pessoas idosas tendem a perder massa magra. Nesses casos, qual a recomendação para se evitar o ganho excessivo de peso?

A prática de exercícios físicos é fundamental, pois irá reforçar a musculatura e amenizar a perda de massa magra. Em função da idade, muitos idosos não suportam atividades de alto impacto e de duração prolongada e, portanto, é necessário que haja acompanhamento por profissionais, tais como fisioterapeutas e educadores físicos.

Após a perda de peso, muitas pessoas encontram dificuldade em mantê-lo. Como evitar o efeito sanfona?

Para começar, não se deve iniciar uma perda de peso sem orientação profissional. Também é importante não aderir a modismos, como dieta da sopa ou da lua e tantas outras que aparecem a cada verão prometendo perda de peso em curtíssimo prazo. Quando não há reeducação alimentar, elimina-se peso agora, porém, recupera-se mais à frente porque volta-se a comer como antes. Emagrece-se para o carnaval, emagrece-se para o casamento, mas não se emagrece para ao resto da vida.

Isso porque o paciente não se compromete a fazer algo duradouro, que é mudar radicalmente o estilo de vida. Precisamos ter a convicção de que a redução de peso precisa ser tratada como melhora da qualidade de vida – e isso inclui uma alimentação saudável unida à prática diária de exercícios físicos. Ganha o corpo, ganha a alma.

Ao mesmo tempo, existe um entendimento equivocado de que a gordura é um mal em nosso corpo. Por que ela é importante?

Na verdade, o tecido gorduroso é fundamental para nossa sobrevivência. A massa de células adiposas se forma desde a infância, pois é ela que regula as trocas de temperaturas do corpo. Funciona como um isolante térmico, além de ser um anteparo para os traumas na pele, protegendo estruturas mais frágeis e profundas. É também uma reserva quando o corpo entende que está necessitando de mais calorias. A partir do momento em que o indivíduo se torna adulto, o número de células adiposas fica estável, passando a aumentar apenas em tamanho, com grande capacidade de expansão. E, uma vez definido o número de células adiposas na fase adulta, elas não podem ser eliminadas (exceto com procedimento cirúrgico, lipoaspiração), apenas podem ter seu tamanho reduzido.

Sendo assim, somado à prática de exercícios e mudança alimentar, quais os procedimentos estéticos que são capazes de diminuir o volume de gordura dentro das células, reduzindo medidas?

O que os aparelhos promovem é uma melhora da textura da pele, após a perda de parte de gordura localizada. Como na fase adulta, as células de gordura têm grande capacidade de se expandir. Não podemos negar que esses procedimentos funcionam em parte. Vale lembrar alguns procedimentos estéticos não invasivos:

Ultrassom: por meio de ondas mecânicas, é possível atingir a camada adiposa e diminuí-la. É necessária uma avaliação para determinar a quantidade de sessões. O tratamento é indolor e pode ser realizado em diversas regiões corporais onde há presença de gordura. É contraindicada em pessoas que utilizem marca-passo, próteses metálicas, gestantes, portadores de neoplasias e em lesões cutâneas.

Carboxiterapia: é realizada por meio da infusão controlada de gás carbônico medicinal no tecido adiposo com o objetivo de romper a membrana da célula de gordura e disponibilizar o conteúdo como fonte de energia. Comumente, é um tratamento indolor, contudo, algumas pessoas podem sentir um breve desconforto, pois a infusão do gás é realizada com auxílio de uma agulha. Por ser um tratamento invasivo, é imprescindível realizá-lo com um profissional capacitado, bem como observar o manejo de boas práticas de higiene a fim de evitar contaminações.

Radiofrequência: o uso da radiofrequência contribui para o bom resultado estético. Ao remover a gordura, a pele pode perder a sustentação, gerando flacidez. A radiofrequência irá estimular a produção de colágeno no local, devolvendo tônus e elasticidade ao tecido. É contraindicada a aplicação em gestantes, sobre próteses metálicas, portadores de marca-passos e neoplasias.

A lipoaspiração é um procedimento cirúrgico capaz de eliminar células de gordura, mas seu uso tem sido mal interpretado como uma forma de emagrecimento rápido. Quando ele é indicado?

Com aproximadamente trinta anos no campo da cirurgia plástica, a lipoaspiração é realmente um método eficaz para diminuir a gordura localizada. Porém, é preciso alertar: a retirada dessa gordura não pode ser usada como um método de emagrecimento! Todas as vezes que o profissional usa a lipoaspiração como método de emagrecimento, uma grande área corporal é submetida à cirurgia, podendo causar danos ao paciente, inclusive levando a situações drásticas e perigosas à saúde e à própria vida do paciente. A lipoaspiração como método de retirada de gordura localizada, por sua vez, é extremamente eficaz, uma vez que ela não retira somente a gordura, mas extrai as células de depósito dessa região, fazendo com que o organismo não tenha mais onde colocá-las. A lipoaspiração é indicada como método que vai garantir contorno corporal para o resto da vida. No entanto, o paciente precisa fazer a sua parte para preservar o resultado obtido, melhorando sua qualidade e seu estilo de vida.

E você, tem alguma outra dica para perder peso e medidas com saúde? Conta para a gente nos comentários!

Compartilhar:Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Pin on PinterestEmail this to someone

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *