Olho no rótulo: entenda o que é um produto vegano, cruelty-free, natural ou orgânico

Quando um produto nos informa que é vegano ou que é cruelty-free, o que isso quer dizer? E os naturais ou orgânicos? Não é de hoje que eles vêm modificando a maneira de as pessoas consumirem ao redor do mundo, mas há também muita gente buscando ainda compreender mais sobre o assunto para além dessas nomenclaturas. Afinal, o que eles significam?

De modo geral, uma pessoa vegana (ou vegan, em inglês) tem como princípio não consumir nenhum produto com ingredientes de origem animal ou que envolva animais em seu processo de produção e distribuição. Ou seja, é uma prática que vai além de excluir da dieta ovos, carnes e leite. É um estilo de vida. O cuidado se estende, por exemplo, para a escolha de cosméticos, produtos de limpeza, vestuário e medicamentos, além de ações, como não frequentar parques nos quais animais são usados e explorados como forma de diversão, não comprar animais de estimação, entre outras.

Sendo assim, para que seja considerado um produto vegano, além de não conter ingredientes de origem animal — incluindo os que podem ser encontrados em cosméticos naturais, como mel, leite, lanolina e colágeno —, ele não pode ter sido testado em animais. Daí, altera-se o termo que esses produtos recebem para cruelty-free (do inglês e em tradução livre: “sem crueldade”), que é também um tipo de certificação internacional, cujo ícone nas embalagens costuma ser um coelhinho.

Para ser considerado um produto natural, ele necessita ser composto, primordialmente, por matérias-primas naturais e não deve conter aditivos químicos em sua formulação, ingredientes sintéticos, como amônia, silicone e derivados do petróleo, assim como os geneticamente modificados.

O produto orgânico, por sua vez, tem ainda outro diferencial: além de formulado e produzido exclusivamente com ingredientes naturais certificados, sua produção inclui o cultivo ou a retirada das matérias-primas de forma sustentável, sem uso de agrotóxicos ou de produtos considerados danosos à saúde e que contribuem para a poluição e a degradação do meio ambiente.

Uma só comunidade

Se, por um lado, vivemos em comunidades locais, por outro, fazemos parte de um só planeta. É com esse pensamento que a cadeia produtiva de muitos desses produtos vai além, buscando desenvolver uma economia positiva, isso é, criar formas de minimizar o uso da água industrial e da energia e a geração de resíduos, produzir embalagens biodegradáveis ou retornáveis, adotar o plástico 100% reciclado, entre outros.

Selo de garantia

No Brasil, não existe a porcentagem exata de matérias-primas naturais ou orgânicas que deve haver nos produtos para que sejam considerados como tais. Por isso, vale a pena sempre ficar de olho nos rótulos com a lista dos ingredientes. Para atestar sua composição, muitos produtos apresentam em suas embalagens certificações (nacionais e internacionais) que são uma espécie de selo de garantia de que aquele produto corresponde ao anunciado em seu rótulo.

Lista de produtos 

Na Araujo, você encontra diversos produtos que se classificam em uma ou mais categorias descritas neste texto. Para facilitar sua vida, a gente tem uma listinha on-line separando o que é vegano e orgânico. E você pode acessá-la e fazer suas compras pelo próprio site.

Produtos Veganos | Produtos Orgânicos