Sem manchas durante a gestação.

Um dos principais temores das mulheres na gravidez é ter manchas na pele. Também não era para menos. Durante a gestação, a sensibilidade à luz solar aumenta consideravelmente devido ao excesso do hormônio estrógeno no organismo. Com isso, a pele pode sofrer com pontos escuros na zona T, bochechas, lábio superior e há até casos em que essas manchas atingem todo o rosto.

Foto: Vila Mamãe

Uma das principais causas do agravamento da pigmentação escura em algumas áreas da face é a exposição ao sol sem proteção. Por isso, é necessário usar filtro solar e chapéu, além de tomar sol somente nos horários recomendados, ou seja, até as 10h e após as 16h.

Anthelios AC FPS 60 Pele Oleosa

Com fórmula em gel, o Anthelios possui ação antibrilho mantendo a pele sequinha por mais tempo.

Minesol Oil-control FPS 30

Para quem busca uma pele sem brilho e protegida e quer um produto com ação despigmentante.

Outra curiosidade é que as morenas estão mais propensas a enfrentar esse problema. Assim, é preciso que elas fiquem em alerta e procurem orientação médica já no início da gravidez a fim de evitar que as manchas apareçam.

Fatores genéticos também justificam o surgimento das manchas. Dessa forma, se a mãe, tias e avós sofreram com esse problema na gestação, é bem provável que a gestante também passe por isso. Portanto, nem todas as grávidas enfrentarão as temidas manchinhas.

Para quem quiser um tratamento, salienta-se que os produtos mais abrasivos só podem ser usados após o nascimento do bebê. Assim sendo, o ideal é ficar atenta aos devidos cuidados: evitar a exposição sem proteção e prolongada ao sol e sempre consultar seu dermatologista de confiança.