Benefícios do colágeno: qual sua importância no dia a dia? 

Muita gente conhece e faz uso do colágeno, mas nem todo mundo sabe qual a sua melhor indicação. Sim! Ele pode oferecer diferentes benefícios de acordo com as necessidades de cada pessoa, incluindo as que necessitam fazer sua suplementação para equilibrar os níveis de colágeno no organismo que diminuem naturalmente com o passar do tempo. 

Conheça mais sobre o colágeno e seus benefícios, como ele atua e porque ele é tão importante para o funcionamento do corpo. Quem nos fala sobre o assunto é o médico Jorge Menezes – CRM/MG 19854 (@esthetic.care), cirurgião plástico e mestre em cirurgia plástica pela Universidade Federal de São Paulo.

O que é o colágeno? 

Ele é uma proteína, um componente vivo e abundante do nosso organismo que mantém as estruturas corporais coesas, funcionando bem, dando vivacidade e integridade a todas elas. “Poderíamos dizer que o colágeno é o cimento que junta tudo que temos no corpo. Ele junta tecidos, músculos, tendões, pele…”, diz o médico Jorge Menezes.

Para que serve o colágeno?

O colágeno tem extrema importância no organismo. Para se ter uma ideia, ele garante a coesão e a proteção a órgãos internos. “Alguns órgãos vitais que não são enervados têm uma fina membrana que os protege e dá integridade, como é o caso do cérebro, do fígado, do pulmão. Essa pelinha é basicamente feita de colageno”, explica.

Além de dar coesão, garantindo seu funcionamento adequado, em perfeita arquitetura e integridade, na pele, nos ossos e cartilagens, nos tendões e ligamentos, o colágeno fornece hidratação, elasticidade e resistência.

Quais os benefícios do colágeno?

De acordo com o médico, o colágeno é o grande benefício em si. “O benefício é termos o colágeno em nosso corpo, porque é ele quem ajuda a manter a vitalidade do organismo. Ele não nos dá um prêmio, o fato de ele existir ali é o que nos mantém vivos, íntegros, sem doenças, com muita saúde”. 

Dessa maneira, é possível dizer que os benefícios do colágeno são todos relacionados às funções do corpo. “Em  especial, às funções da pele, que nos conecta com o meio externo em que nós vivemos. Estamos sujeitos a agressões externas 24 horas por dia e é a integridade da pele que protege o corpo, nos mantendo vivos. Essa integridade da pele é capitaneada, majoritariamente, pela presença do colágeno”.

  • Previne o aparecimento precoce de rugas
  • Ajuda a manter os ossos fortes
  • Contribui para a manutenção da massa muscular
  • Mantém em dia a saúde dos cabelo e das unhas

Quais são os principais tipos de colágeno? 

Hoje existem mais de 30 tipos de colágeno. Apresentamos alguns dos principais:

  • Tipo I

    O mais abundante; é encontrado, por exemplo, na pele, nos tendões e ossos.

  • Tipo II

    Encontrado nas cartilagens, funcionando como uma espécie de mola, no caso do joelho, permite a ele suportar o peso do corpo.

  • Tipo III

    Encontrado nas artérias, no músculo dos intestinos e do útero e em órgãos como o fígado e os rins. As fibras deste tipo de colágeno apresentam certa elasticidade.

Quem deve tomar colágeno?  

Quem estiver comprovadamente com deficiência com colágeno. “Tudo que comemos em excesso para reposição, o organismo só usa a parte que está precisando, o restante ele elimina ou metaboliza, transformando em radicais livres”, diz o especialista. 

Onde o colágeno é encontrado na alimentação? 

Em alimentos de origem animal, como clara de ovos e derivados do leite de vaca (ricos em proteína com aminoácidos que irão formar o colágeno dentro do organismo), mas principalmente em carnes vermelhas e brancas. “Por esse motivo, especialmente pessoas com dietas veganas ou vegetarianas, que podem ter uma anemia ou desnutrição justamente pela ausência de aminoácidos essenciais que estão presentes na dieta carnívora e que, uma vez dentro do organismo, esses aminoácidos irão formar o colágeno, podem precisar de reposição de colágeno”, avalia o médico. 

Suplemento de colágeno hidrolisado  

É uma das formas de reposição, bastante comuns hoje em dia. Com o processo de quebra do colágeno em cadeias menores (hidrólise), tem aumentado a possibilidade de absorção do colágeno pelo organismo. 

Qual o melhor colágeno e como escolher um suplemento?

Qualquer ingestão de colágeno deve ser recomendada e supervisionada por um médico. “Nas gôndolas, hoje em dia, há uma gama enorme de colágeno, todos muito bons. Mas precisam de orientação”, ressalta o médico.

Colágeno para a pele, cabelos e unhas

A síntese de colágeno varia durante as etapas da vida, diminuindo com o passar do tempo. O colágeno pode auxiliar a manter os cabelos e unhas saudáveis, a boa estrutura e a elasticidade da pele, colaborar para a sua hidratação e firmeza, prevenir o aparecimento precoce de linhas de expressão e rugas, entre outros. Suplementos que trazem peptídeos de colágeno hidrolisado podem ser uma boa opção, em função da sua possível absorção superior.

Colágeno para articulações

Nas articulações, o colágeno é fundamental; é ele que forma as cartilagens que vão dar a proteção óssea. Pelo envelhecimento natural, por fatores como sobrepeso ou prática de exercícios de impacto, as articulações podem sofrer um desgaste, conhecido como artrose, e que provoca dor. Suplementos que contenham colágenos dos tipos I e II podem agir no alívio de dores advindas de problemas nas articulações e na melhoria de inflamações nas cartilagens.

Colágeno para o intestino

“Na parte interna do intestino, há uma flora bacteriana que convive conosco harmonicamente e ela nos dá boa parte da nossa imunidade. Para que essa flora conviva bem, as paredes internas do intestino precisam estar íntegras e é justamente o colágeno que mantém sua arquitetura vital para um funcionamento satisfatório”, explica Jorge Menezes.

Vale buscar uma suplementação de colágeno cuja fórmula tenha outros ingredientes que atuem em sinergia para a melhora da saúde intestinal, como aminoácidos e nutrientes com efeitos anti-inflamatórios naturais, além da ingestão de fibras, principalmente por meio de alimentos in natura como frutas, hortaliças e cereais

O colágeno engorda?

Não, o colágeno não engorda! Entretanto, vale a pena prestar atenção nos demais componentes que fazem parte da fórmula do suplemento, uma vez que elas não são as mesmas.

Colágeno: como inseri-lo no seu dia a dia?  

O ideal é buscar uma nutricionista que irá incluí-lo em um plano alimentar. 

Quanto tempo o colágeno demora para fazer efeito?  

“Uma vez que você ingere os componentes que formarão o colágeno, imediatamente o organismo começa a produzi-lo e ele já começa a fazer parte desta cadeia de sustentação corporal, integrando pele, intestino, músculos, cartilagens, etc. Ele precisa ser confeccionado no organismo. Se você faz reposição  — quando há necessidade  —, seu efeito é mais rápido ainda”, explica o médico.