Disfunção da ATM: como resolver?

Hábitos como ranger e cerrar os dentes durante a noite podem causar danos para a articulação da face. Esta é uma das possíveis causas da DTM, uma disfunção na articulação que nos permite realizar movimentos como os da fala e da mastigação.

Como reconhecer os sintomas e quando procurar ajuda? Existe tratamento para a disfunção da ATM? Aqui vão algumas respostas para essas e outras dúvidas. Quem nos ajuda a entender sobre o assunto é o dentista Daniel Quintão e Silva Marchetti – CRO/MG-51758 (@dr.danielquintao_marchetti), graduado em Odontologia pela UFMG e especialista em Endodontia pela Faculdade São Leopoldo Mandic.

O que é ATM? 

ATM é a articulação temporomandibular e representa o contato entre a mandíbula e o osso temporal na base do crânio funcionando como se fosse uma “dobradiça”. Já a DTM é a disfunção temporomandibular, que revela uma falha nessa articulação e pode apresentar problemas como dores e desgastes.

O que causa a disfunção da ATM?

 A DTM pode ser ocasionada por diversos fatores como: 

  • Má oclusão, que é a deficiência do encaixe dos dentes superiores com os inferiores
  • Bruxismo
  • Ausência/perda de dentes
  • Próteses mal adaptadas
  • Tensão muscular

Quais os sintomas da DTM?

Os sintomas mais comuns são:

  • Sensação de travar a mandíbula
  • Limitação da abertura da boca
  • Estalos ao abrir e fechar a boca
  • Dores de cabeça na região da testa, no fundo dos olhos e nas têmporas
  • Dores de ouvido, zumbidos no ouvido
  • Dificuldade para abrir a boca e mastigar
  • Dores durante a mastigação
  • Barulho próximo à orelha ao abrir e fechar a boca

Exercícios para ATM

Daniel Quintão e Silva Marchetti lembra que os exercícios para amenizar a DTM devem ser analisados caso a caso, mas que, muitas vezes, é possível realizar atividades como:

  • Massagear a região da musculatura do maxilar envolvida
  • Abrir e fechar a boca lentamente
  • Bochechar com a boca cheia de ar
  • Alongamento dos músculos do pescoço e ombros 

Tratamento para DTM 

Ainda segundo o dentista, é fundamental identificar a causa da DTM, uma vez que a abordagem depende muito do fator desencadeante. “O tratamento é, por vezes, multidisciplinar. Além da odontologia em si, pode envolver as áreas da fisioterapia, medicina e psicologia”, afirma. 

Entre os tratamentos mais utilizados estão:

  • Placas de mordida para proteger a oclusão e ajudar a aliviar os sintomas. Após o diagnóstico detalhado, o dentista pode indicar uma placa ou protetor noturno de plástico transparente confeccionada individualmente
  • Exercícios para relaxamento muscular
  • Aplicações de toxina botulínica (botox)
  • Remédios anti-inflamatórios, com propriedades relaxantes musculares
  • Fisioterapia
  • Em casos mais graves, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica

Se não for descoberta e tratada, essa disfunção pode se agravar com o tempo. Além de manter a saúde bucal em dia, uma visita regular ao dentista pode prevenir complicações como essas.