Garganta inflamada: o que pode ser e o que fazer 

Garganta inflamada é um problema bastante comum, tanto em crianças quanto em adultos. Muitas vezes, basta o clima ficar mais seco ou a pessoa estar mais exposta ao ar condicionado que a garganta dá seus sinais de irritação. Acontece que, muitas vezes, ela é causada por infecções virais, como gripes e resfriados, exigindo uma atenção especial. Nesses casos, o que fazer quando a dor persiste? Garganta inflamada pode ser também um sintoma da Covid-19? 

Para organizarmos um guia básico sobre o assunto, conversamos com a médica Cláudia Galvão CRM/MG 38988 (@draclaudiagalvao), graduada pela UFMG em Otorrinolaringologia com doutorado em Distúrbios Respiratórios do Sono, e membro da equipe de Otorrinolaringologia do Hospital Mater Dei. 

Garganta inflamada: sintomas

O principal sintoma é a dor e a dificuldade para engolir. Mas podem vir junto uma sensação de garganta arranhada, inchaço na região, rouquidão e até pus nas amígdalas. 

“Alguns pacientes podem referir dor de ouvido. Os quadros de dor de garganta podem cursar com repercussão sistêmica, causando também mal-estar geral e febre”, ressalta a médica.

  • Dor ou dificuldade para engolir ou falar
  • Tosse 
  • Inchaço na região
  • Febre
  • Rouquidão
  • Sensação de garganta arranhada
  • Pus nas amígdalas

Garganta inflamada: principais causas

  • Alergias
  • Infecções virais (gripes e resfriados)
  • Infecções bacterianas
  • Refluxo laringofaríngeo
  • Secura na garganta
  • Uso excessivo da voz

Cláudia explica que garganta inflamada é um termo genérico usado para designar faringites e amigdalites e que a maioria dos quadros de faringite e de amigdalite têm origem viral. “A associação com sintomas como tosse, mal-estar, secreção nasal e náuseas reforça a etiologia viral. Alguns quadros de faringite podem estar associados a processos alérgicos e refluxo laringofaríngeo”, diz ela. 

Garganta inflamada: o que fazer?

Em  caso de garganta inflamada é indicado o uso de medicação para melhorar os sintomas como mal-estar, dor e febre. Se os sintomas persistirem, é muito importante procurar um profissional para uma avaliação e que poderá indicar o tratamento correto. Cláudia ressalta que o uso de antibióticos por conta própria deve ser evitado principalmente nos casos associados a sintomas gripais. Líquidos gelados e o uso de  bebidas alcoólicas podem ter efeito irritativo e, por esse motivo, também devem ser evitados.

Qual o melhor remédio para garganta inflamada?

“Em caso de dor de garganta você pode utilizar medicação analgésica que já tenha hábito de utilizar. Os anti-inflamatórios têm efeito mais potente para melhora da dor. Os antibióticos devem ser utilizados nos casos de origem bacteriana. Nestes casos, a avaliação médica, além de alguns exames complementares, podem auxiliar no diagnóstico diferencial”, avalia Cláudia Galvão. 

Remédios caseiros para a garganta inflamada 

“Existem remédios caseiros que podem ser utilizados principalmente para auxiliar na dor, mas sem evidência científica de ação no quadro de base”, explica Cláudia. Ou seja, remédios como chás, balas e gargarejos não são capazes de tratar a garganta inflamada, mas podem amenizar os sintomas incômodos de se estar com ela.

Garganta inflamada é um sintoma de Covid-19?

Sim, dor de garganta pode ser um sintoma de covid-19. Nestes casos, ela pode estar associada a outros sintomas gripais como tosse, náuseas, secreção nasal e febre.