Hipertensão: entenda a importância do cuidado com seu coração

A hipertensão, popularmente conhecida como “pressão alta”, é hoje um dos principais problemas de saúde no Brasil. De acordo com uma pesquisa realizada em 2018 pelo Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2018), 24,7% dos entrevistados afirmaram que são diagnosticados com a hipertensão.

Isso significa que um em cada quatro brasileiros convive com esse problema.

A boa notícia é que esse problema de saúde é bastante influenciado por fatores comportamentais, por isso quem tem o diagnóstico pode mudar seus hábitos e evitar que os sintomas e riscos decorrentes dele aumentem. Também é possível manter uma rotina de exames e uso de medicamentos que ajudem a controlar os principais riscos.

Entenda a seguir o que é e como prevenir a hipertensão.

O que é a pressão sanguínea?

A pressão arterial é a pressão do sangue dentro das artérias, mantida pela força propulsora do coração, e é caracterizada por dois valores: o máximo (pressão sistólica) e o mínimo (pressão diastólica). Por isso, sempre que medimos a pressão, ela é indicada por dois números.

A hipertensão acontece quando os valores das pressões máxima/mínima ultrapassam 140/90 mmHg, medida também conhecida como 14 por 9. Nessas condições, o coração começa a ter dificuldades de exercer suas funções e distribuir o sangue corretamente pelo corpo, e pode ficar sobrecarregado tentando fazer um esforço maior do que o normal.

Um quadro de hipertensão pode levar a diversos incidentes decorrentes da má circulação, tais como acidente vascular cerebral (AVC), infarto, aneurisma arterial e insuficiência renal e cardíaca. 

Sintomas

Durante uma crise de hipertensão, podem ocorrer alguns sintomas, como dores no peito, dor de cabeça, tonturas, zumbido no ouvido, fraqueza, visão embaçada, formigamentos e sangramento nasal. Nos casos de AVC, que é quando a hipertensão começa a afetar a circulação em partes do cérebro, pode ocorrer também a alteração da fala ou algum tipo de confusão mental, deixando a pessoa desorientada.

Se você identificar uma combinação desses sintomas e suspeitar de uma crise de hipertensão, procure um pronto-socorro rapidamente para realizar os exames, como medição de pressão e, se for recomendado pelo cardiologista, um eletrocardiograma.

Quem deve se cuidar?

A hipertensão é, principalmente, um problema de ordem genética, sendo que 90% dos casos são herdados dos pais. Porém, há vários fatores que influenciam nos níveis de pressão arterial, sendo que muitos são comportamentais.

Os hábitos a seguir podem aumentar os riscos de episódios de hipertensão:

  • Fumo
  • Consumo de bebidas alcoólicas
  • Consumo de sal
  • Obesidade
  • Estresse
  • Níveis altos de colesterol
  • Sedentarismo e falta de atividade física

E se você foi diagnosticado com hipertensão, lembre-se que a Araujo tem uma série programas de saúde para te ajudar, incluindo o programa Hipertensão em Dia. 

Procure a unidade mais próxima de você, fale com nossa equipe de farmacêuticos e cuide do seu coração para viver uma vida tranquila e com qualidade.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *