Magia colorida

 

Os muitos desafios (e, com eles, uma enorme inquietude) continuam se impondo, mas a chegada de um novo ciclo é sempre uma possibilidade de esperançar, uma tentativa de respiro. “Vem chegando o verão, um calor no coração, essa magia colorida, coisas da vida…”, diz a canção. E não é à toa: a estação tão celebrada em verso e prosa traz consigo as altas temperaturas e um convite a caminhar por ambientes abertos, a se alimentar melhor, a experimentar, a pôr a cara no sol.

Além de uma fonte de bem-estar, o sol pode ser extremamente benéfico à saúde. Afinal, ele é a principal fonte de vitamina D no organismo, responsável por auxiliar a regular o crescimento, o sistema imunológico, o metabolismo, entre outros. Para isso, contudo, é preciso uma exposição com segurança, principalmente para as crianças. À exceção de bebês menores de seis meses que devem evitar a exposição direta ao sol, pessoas de todas as idades e tonalidades de pele devem usar um filtro solar com um bom índice de proteção e adaptado ao seu tipo de pele (sensível, seca, oleosa, acneica, etc). Para que a proteção seja efetiva, a aplicação deve ser feita 30 minutos antes da exposição, repetindo a aplicação a cada duas horas.

Manter a hidratação continua valendo como regra de ouro, sendo fundamental para a boa saúde do organismo, em especial da pele e dos cabelos. Ingerir líquidos em abundância, de preferência água, sucos naturais e chás refrescantes, assim como manter uma alimentação mais leve e rica em alimentos antioxidantes (como laranja, abacaxi, uvas e mamão) são a ótima pedida para a estação mais quente do ano.

Para as madeixas, vale investir em produtos de uma linha específica para o verão. Eles costumam conter proteção UV e serem ricos em vitaminas e emolientes. Para os cacheados e crespos, o ideal é aproveitar as altas temperaturas para deixar os fios secarem ao natural, dando um intervalo entre uma lavagem e outra de pelo menos um dia. Também é salutar evitar o uso de secador, caso contrário, usá-lo no modo frio ou aplicar um finalizador com protetor térmico antes de secar.

Não se esquecer de fazer uso de repelentes, dos ultrapotentes disponíveis no mercado às receitas caseiras. Em regiões onde as altas temperaturas coincide com a estação das chuvas cresce o número de mosquitos e insetos. O importante é não se descuidar!

Quem puder se exercitar em áreas abertas, como em pedaladas ou em caminhadas leves pela cidade (com a devida proteção e evitando aglomerações), não deve perder a oportunidade de estar ao ar livre, experimentando um pouco de vento no rosto, um respiro no dia a dia.