15 de agosto – Dia da Gestante

Neste dia 15 de agosto, comemoramos o Dia da Gestante, um momento para celebrar essa etapa tão doce e única da vida. Receber a notícia da chegada de um bebê é um evento sublime, e significa o início de um período de grandes emoções, mas também de muitas transformações e cuidados.

Neste post, a gente preparou algumas dicas para você, futura mamãe ou futuro papai, para que esses nove meses sejam plenos e seguros.

Recebendo a notícia

A partir do momento em que você sabe que o bebê está a caminho, o primeiro passo é marcar uma consulta com o ginecologista obstetra e iniciar o pré-natal. Procure um profissional que te transmita confiança e faça você se sentir confortável. Afinal, ele irá te acompanhar durante todo esse período e será sua referência para esclarecer dúvidas sobre a sua saúde e a do bebê.

O Ministério da Saúde recomenda o mínimo de seis consultas durante a gestação, que dura em média 40 semanas. Mas isso vai depender da condição clínica de cada gestante, e é seu médico que poderá avaliar e recomendar uma agenda adequada de acompanhamento.

Em geral, as visitas acontecem mensalmente até o sétimo mês, e a partir do oitavo podem ser quinzenais ou semanais, porque nesta fase o médico precisa acompanhar a evolução do bebê e analisar as condições da mãe para o parto.

Bateria de exames 

A primeira consulta é sempre a mais completa, e os futuros papais não precisam se preocupar com a quantidade de exames exigidos e perguntas sobre o histórico familiar. É nesta etapa que ele irá analisar todo o histórico de saúde da mulher e de seus familiares para prever possíveis complicações, e solicitará também uma bateria de exames de sangue e urina. 

Serão realizados os exames de glicemia, hemograma completo com contagem de plaquetas, testes sorológicos para HIV, sífilis, CMV, toxoplasmose, rubéola e hepatites (B e C), além dos testes de tipo sanguíneo e fator RH e de urina. 

A emoção do primeiro contato

Um dos momentos mais emocionantes é ouvir o coração do bebê batendo pela primeira vez. Ele acontece na primeira ultrassonografia, realizada logo após a descoberta da gravidez, entre a sexta e oitava semana.

Além de ouvir o batimento tímido de um coração se formando, os principais objetivos desse processo são visualizar o embrião e o saco gestacional, confirmar a idade gestacional para estimar uma data provável para o parto, e também avaliar se há algum risco à gravidez.

A próxima ultrassonografia será feita entre a 11ª e a 13ª semana, quando o médico irá acompanhar o desenvolvimento do bebê e realizar o teste de translucência nucal, que é a medição da nuca e do osso do nariz.

Se houver alguma alteração atípica nessas duas medidas, serão solicitados exames complementares para para entender se há alguma má formação.

E o que a mamãe pode fazer?

O contato com o médico é essencial, mas você também deve fazer sua parte. O principal, claro, é evitar hábitos nocivos, cuidar do seu sono, para dar tranquilidade para o bebê se desenvolver, e também investir em uma boa alimentação. Neste post, “Como dormir bem nas últimas semanas da gravidez”, te damos algumas dicas para você e seu bebê passarem noites tranquilas.

Sobre a alimentação, é importante saber que é possível sim conciliar uma dieta cautelosa e nutritiva com porções de prazer para compor uma alimentação balanceada. É claro, há uma dica que é unanimidade: adote um cardápio colorido e com fartura de legumes, verduras e frutas, dando espaço para todos os nutrientes. Mas lembre-se, comer de tudo não significa comer muito. Moderação sempre.

Em alguns casos, se identificar alguma carência de nutrientes, o seu médico pode recomendar a suplementação de vitaminas para a gestante, como o ácido fólico — ou vitamina B9, que é um dos nutrientes mais utilizados pelas grávidas e recomendados pelos médicos. A ingestão do ácido fólico é muito importante para prevenir defeitos na formação do tubo neural do feto (estrutura que dará origem ao cérebro e à medula espinhal).

 

Se você ainda tem dúvidas, fique ligado na página de eventos da Araujo e inscreva-se para as próximas edições do nosso Curso para Gestantes. Você terá a oportunidade de participar de palestras com profissionais capacitados e renomados que apresentarão assuntos relevantes sobre a gestação, como cuidados com o bebê, amamentação e vacinação.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *